CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2015 - Recebeu voto de aplausos pela Câmara Municipal de Araçatuba;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba;

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras;

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau;

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau;

quarta-feira, 26 de julho de 2017

PARABÉNS, AVÓS, PELO SEU DIA

Rita de Cássia Zuim Lavoyer

               

                     
            Hoje, quero prestar a minha homenagem aos que assumiram a paternidade dos netos: os avós! 
                 Parabéns, avós, que mantém seus netos, por terem consciência de que a própria mãe – sua filha ou sua nora- não apresenta  condições de conduzir a criança  no caminho correto que vocês  conduzem, alimentando-os ainda, física e espiritualmente, tirando de vocês,  das suas aposentadorias, dos seus dias e noites o que os seus netos necessitam para  sobreviver.
              Parabéns, avós, que passam noites em claro observando os seus netos adoecidos, tendo em uma mão o remédio, na outra o terço e no coração a fé de os verem, hoje tão indefesos, brincando saudáveis e protegidos amanhã!
               Parabéns, avós, que atendem aos chamados da diretora, da professora e marcam presença na escola, mesmo sabendo que poderão ouvir relatos de traquinagens ou falta de atenção das suas crianças, mas, chegando em casa, fazem as suas orações, os abraçam, os consolam e, superando as próprias limitações, buscam aprender as linguagens tecnológicas dos dias de hoje para interagirem com eles , não permanecendo e nem deixando-os à margem dos avanços virtuais,  porque sabem que são vocês, avós, os únicos familiares que preenchem  os vazios que o seus netos trazem pela ausência daqueles que os geraram. 
               Parabéns, avós, pelos netos cidadãos que entregaram à sociedade, fazendo deles exemplos, porque foram, vocês, espelhos nas suas formações. Parabéns, avós, nesse Dia dos avós,  pelo ventre que acolhe, pelos braços que protegem, pelas palavras que conduzem, pelos momentos em que o mundo parecia cair-lhes à cabeça, mas foram humanos o suficiente para resistirem às tentações do abandono.
                Parabéns, avós, por esse dia, pelo pouco que ainda lhes resta, mas conseguem multiplicar para fornecerem aos seus filhos/netos o que os pais das crianças não pensaram antes de fazê-los.
                Parabéns, avós, que ameaçados, torturados muitas vezes pelos netos meliantes, não se intimidam e os denunciam às autoridades, quando eles já não se mostram exemplos à  sociedade. Parabéns, avós, por serem a única visita que os seus filhos/netos recebem onde eles estão fechados, seja para o tratamento do vício, seja para o cumprimento da lei.
                Parabéns, avós, por contarem aos seus filhos/netos histórias que os  encantam, principalmente àquelas que têm medo de dormir sozinhas, por assombrar-lhes, à noite,   aquela parte que as completaria. Parabéns, avós, por fazerem ginásticas nessas histórias, assumindo vários personagens para que seus filhos/netos, interagindo nesse universo mágico,  não desistam de sonhar.
             Parabéns, avós, por todos os Dias das Mães, por todos os Dias dos Pais, por todos os Dias dos Avós, por todos os Dias Santos  em que se fazem santos pelos perdões que oferecem aos pais dessas crianças que estão sob suas guardas, impedindo  que elas sejam eliminadas pelas mãos daqueles que os geraram.
           Aproveito a oportunidade para homenagear os meus avós, que ajudaram a minha mãe a criar e a educar a mim e aos meus irmãos, dando-nos, com muita dificuldade, o necessário para chegarmos onde chegamos. O que nos faltou um dia eles conseguiram suprir com muita honestidade.  Hoje, porém, sobra, em abundância, a nossa gratidão.       
             A todos os avós que assumiram o papel de pais, o meu mais sincero: Feliz dia dos avós!


Rita de Cássia Zuim Lavoyer

domingo, 23 de julho de 2017

MICROCONTO


Palavra do dia 17/07/2017: aquário

Vovó adormecia a dentadura no aquário do Peixe-Palhaço. 
Ele se acomodava e dormia feliz naquele céu da boca. 
Outro dia, ela inverteu os bagulhos e pôs lá o vibrador ligado. 
Tadinho do Palhaço, morreu com aquele tsunami.

__________________________________________________________________________

Palavra do dia 18/07/2017: moinho

Voltou, com sua guitarra, ao moinho de água feito pelo avô. Ali tocou. 
Seus acordes e a força motriz da harmonia entre as partes
fizeram mover o moinho da sua infância que, funcionando, drenou, daquele peito alagado, 
as lágrimas de saudade do avô, que é a lembrança e a razão de ele tocar guitarra. 

#microcontoescambau              #concorrendo

Palavra do dia 19/07/2017 -  fazenda

Quando o filho nasceu, a mãe enterrou o umbigo dele na porteira da fazenda do patrão, para ele ter a mesma sorte do pai: ser fazendeiro. Na fazenda foi peão. 
Sobre um touro indomável rodopiou, foi às alturas. 
Numa descida medonha, aterrissou inteiro aos pés da porteira, 
onde jazia uma parte sua. 

Palavra do dia 19/07/2017 - fazenda

Batisto Chifrs sonhou ter uma fazenda, criar gados e ver os dois filhos
 Uésça Falastriny  e Joiés Curruptivys formarem dupla sertaneja. 
Batisto Chifrs, pregador da fé e da boa vontade, achou um bilhete premiado.
 Desistiu dos sonhos, pegou os filhos e foram curtir a vida em Nova York.


Palavra do dia 20/07/2017: Caribe

- Dizem que veio do Caribe.
- Uns falam que é chato, outros que é ruim!
- E perigoso também!
- Chamaram até a polícia...
- O padre diz que não vem!
- Por que esse trololó? Não vejo nada de mais!
- É cega, criatura? Veja melhor pra entender do que estamos falando!
- Tô vendo... e tô é gostando muiiitoo...

#microcontoescambau      #concorrendo


Palavra do dia 21/07/2017: botas

Durante o dia, as botas pesadas do recruta enchem os seus pés de bolhas.
À noite, elas estouram nos sapatinhos de cristal que, aos poucos, 
avermelham-se e transbordam seu alívio.
No dia seguinte, ele calça as botas novamente e, a par com seus desejos,
marcha vislumbrando os sapatinhos que o esperam. 

#microcontoescambau        #concorrendo


Palavra do dia 22/07/2017: comissariado

Para amenizar a situação do país e agradar a todos, Deus criou um comissariado especial.
Chamou o Lula, o Temer, o Bolsonaro, o Wyllys, a Feghali, o Aécio, o Cunha,
 a Dilma, o Dória, os Batistas, o Sérgio Moro, o Gilmar Mendes e, 
para equilibrar a comissão, chamou o Diabo, que recusou o convite.

#microcontoescambau               #concorrendo


Palavra do dia 23/07/2017: licor

Feliz, ela leu preto e branco. Eu licor
Ela apresentou a aquarela. Eu licor
Ela desenhou na tela. Eu licor.
Ela abriu a exposição.  Eu licor.
Ela apresentou sua arte. Eu licor
Quando serviram os canapés, não dei conta:
vomitei os cinco cálices de licor que tomei        
diante dos convidados daquela vernissage.

#microcontoescambau       # concorrendo

------------------------------------------------------------------Rita Lavoyer --------------------------------------


domingo, 16 de julho de 2017

MICROCONTOS

________________________________________________________________________________

Palavra do dia 10/07/2017- condomínio

Por liberdade, muitos jovens apropriaram-se dos seus " Condomínios Fechados Celulares" e nunca mais saíram dos seus quartos.

#microcontoescambau      #concorrendo



Palavra do dia 11/07/2017: submarino

Como uma bomba atômica, Eva lançou-se sobre o submarino nuclear de Adão, explodindo em ambos o  Big-Bang  que proporcionou ao Universo a vida encantadora que ele precisava.

#microcontoescambau     #concorrendo

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Palavra do dia 12/07/2017 – valise

Patrícia dizia, entre as amigas, sobre as viagens de reconciliação que fará com o esposo, e que comprará, inclusive, umas valises.  
Sua sogra, surda, entrou na conversa:
- Operar as varizes? Meu filho vive me dizendo que você tem as pernas muito feias. Aproveita e faz 
os pés-de-galinha também!  

#microcontoescambau       #concorrendo


Palavra do dia 13/07/2017: penico

- Bisa, o que é penico?
- Hum... na sua idade, era no Google que eu achava respostas para as minhas dúvidas.
- Aff, bisa, você é das antigas, hein? Pode deixar, por telepatia, vou ao Escambanauta. Lá, há definições para tudo neste mundo. Para penico devo encontrar significados bem interessantes. 

#microcontoescambau                    #concorrendo



Palavra do dia 14/07/2017: esquerda

Artéria é bipolar. Se sua mão esquerda acaricia-lhe a direita para esparramar o hidratante, a direita, descontrolada, tasca-lhe a mão. Irada com as brigas, para castigar a direita, Artéria arrancou-a e ficou feliz. Quando sente falta da direita, soca a esquerda na parede e resolve a parada. 

#microcontoescambau         #concorrendo


Palavra do dia 15/07/2017: úlcera

Era úlcera, mas ouvia os berros de que a “urça” que o avô tinha no estômago o matou. 
O neto, que nunca ouviu sobre isso, sacou logo o porquê de o avô presenteá-lo, no dia anterior, com um ursinho de pelúcia.
Foi castigo – disse. Deu o filhote para eu cuidar, só para comer a mãe dele.  Bem feito!

#microcontoescambau         #concorrendo


Palavra do dia 16/07/2017: disputa

João e Luís acertaram que iniciariam a disputa e o disparo seria o início da partida.
Um errou e partiu. O que acertou não ficou com a herança e disputa os centímetros quadrados na cela lotada de uma penitenciária.

#microcontoescambau       #concorrendo

______________________________________________Rita Lavoyer ______________________


sexta-feira, 14 de julho de 2017

MICROCONTOS


Palavra do dia 03/07/2017 - pote

Ela tinha apetite por coisas estranhas: barro, unha, cabelo. Diagnosticaram-na com Síndrome de Pica. Achava o marido insosso. Às noites, retirava água dos potes e o massageava, até que o desmembrou e o escondeu nos potes vazios. Quando o conteúdo apresentou gosto estranho, devorou-o inteiro.  
  

Palavra do dia 04/07/2017– lago

Nomearam-no “Lago dos Historiadores”. Há décadas, à sua margem, instalaram redes de rádios e TVs e jornalistas apostam sobre ele. Alunos vão conhecê-lo.
Lendas tentam dar conta de seus fatos.
Pesquisas e matérias são elaboradas a seu respeito e nenhuma, até hoje,  responde ao porquê do seu nome.



Rapaz chamou a mina para, no lago, ver desfile de submarinos. Fã de doidices, ela topou!
Sobre o primeiro que passou ela investiu. O condutor convidou-a a ver um tamanduá. Foi! 
Sozinho, o rapaz acreditou que o nhec nhec nhec  que ouvia do outro lado do lago fosse 
o som do bicho comendo formigas.


Palavra do dia 05/07/2017:  – Ponteiro

Quando criança, fazia dos ponteiros assento. Os apressados puniam-na.
 Ganhou peso e quebrou o ponteiro da hora. Perdia os horários.
Vendo na face os sinais do tempo acelerado, abandonou o ponteiro do minuto.
 Livre desse fardo, sentiu-se leve. Voou. Hoje, ponteiro algum lhe alcança os passos.    


Palavra do dia 06/07/2017:  medalha

O perdedor

Expedito é quem mais acumula simbólicas medalhas sobre suas lutas perdidas.  É campeão em perder todas. Jamais ganhou uma batalha.
A cada derrota, sua vontade de recomeçar renasce vitoriosa. Gravou na medalha da alma: “desistir jamais”, ainda que o rotulem eternamente: o perdedor.   


Palavra do dia 07/07/2017 : mostruário

Para ostentar sua monstruosidade, de que se orgulhava, Araquém saiu a rua trajando seu nudismo. Fez-se mostruário do que a natureza soube fazer melhor.  
Os transeuntes, boquiabertos, arregalaram os olhos e não assimilaram aquele pênis tão miudinho. Quem assistia à cena lastimava: Coitadinho!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Palavra do dia 08/07/2017: alumínio

Soube que alumínio derretido mata formigas. Tentou derreter as panelas onde faz as refeições do patrão. Impossível! Sabendo que ele lambe os papeis alumínio que cobrem os bolos, passou a esfregar estricnina neles e a fazer mais doces. Agorinha, ela o encontrou com a boca cheinha de formigas.   


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Palavra do dia 09/07/2017 - brigadeiro

Joana tem um apetite do escambau: o do pão, o do leite, o da pipoca, o da verdura experimenta-os escondidos. Falta o predileto: o brigadeiro com seus beijinhos, que ainda não o fez porque ele traz , a tiracolo, os olhos-da-sogra que usam lentes de aumento.


--------------------------------------------------------------   Por Rita Lavoyer ------------------------------




sexta-feira, 7 de julho de 2017

Classificação 7º concurso de microconto Piracicaba

logo_microcontos_2017


Vingança

Vingou-se do marido bêbado pondo uma cobra debaixo do lençol.
Tonto, sentiu-a em suas pernas, riu:
- Mulé, é hoje qu’ocê delira! 



Rita de Cássia Zuim -
microconto , 140 caracteres, classificado no 7º concurso de microconto de humor de Piracicaba, 2017.